Leo Sevaybricker – Divulgação.

Publicação de Leo Sevaybricker está na pré-venda na loja virtual da editora

As publicações da Crivinho, selo da Crivo Editorial voltado para o público infantil, encantam tanto as crianças quanto os adultos com perspectivas para lá de especiais. Seu mais novo lançamento “O Bebê Balofo e o moço que gostava de gatos e cachorros”, de Leo Sevaybricker, está na pré-venda e pode ser adquirido na loja virtual da Crivo.

O público que adquirir o título no pré-lançamento, além de receber a publicação autografada também ganha dois cartões com ilustrações do livro. As ilustrações são reproduções de grafites originais que o artista fez em muros e paredes de Belo Horizonte, que em seguida foram fotografadas para ilustrar o a publicação.

O Bebê Balofo e o moço que gostava de gatos e cachorros” traz uma história particular de um pai não biológico e as inúmeras configurações familiares possíveis. É uma autobiografia que também é a vivência de muitos padrastos, madrastas e pais adotivos.

Com uma carreira premiada na publicidade, Leo Sevaybricker lança, quase por acaso, seu primeiro livro em homenagem ao João, menino que lhe revelou o tesouro da paternidade. Tomou gosto pela leitura bem cedo com a Tia Florinda, através dos livros da Coleção Vaga-Lume. Natural de Belo Horizonte, nascido em 1973 (Virgem com ascendente e Lua em Virgem), é casado com a Santuza, padrasto da Julia (15), do João (14) e pai do Benjamim (5).

As ilustrações ao longo das páginas deixam a leitura ainda mais prazerosa. Feitas por Alexandre Rato, elas contribuem para a construção do imaginário com personagens inusitados e a narrativa leve. O artista belorizontino é formado em Artes Plásticas pela Escola Guignard da UEMG e pós-graduado pela mesma instituição. Nos últimos anos, tem participado de exposições e eventos expositivos: Paço das Artes em São Paulo, Casa Cor Rio, Arte Rio, SP Arte, Festival de Verão e de Inverno da Lagoa dos Ingleses, a Residência Artística Itatiaia; e os Graffitis: Galeria MamaCadela, Biblioteca Pública Luiza de Bessa e Art Rua.

O realismo fantástico tem relação com sua criação, que circula em graffiti, desenho, pintura, gravura e outros, realizada com materiais diversos. Através da poética de suas obras, vivencia o lúdico e propõe uma vivência mágica com a vida cotidiana.

“Por meio do Selo Crivinho, a Crivo reforça seu propósito de participar das discussões sobre a infância em Belo Horizonte e no Brasil. É uma preocupação da editora ter um olhar voltado para a este universo e contribuir com as produções literárias e reflexões voltadas para o público infantil”, explica um dos sócios, Lucas Maroca.

 

SERVIÇO:

Crivo Editorial

O Bebê Balofo e o moço que gostava de gatos e cachorros, de Leo Sevaybricker

 

Pré-venda: com autógrafo e cartões ilustrados de brinde

Link para compra: //crivo-editorial.lojaintegrada.com.br

 

 

Sobre a Crivo Editorial

Conhecida em Minas Gerais por lançar jovens poetas, a Crivo Editorial vem, desde 2012, colecionando novos selos e ampliando seu olhar sobre Belo Horizonte. A editora busca ressoar diversas vozes em suas publicações. Abordando temas no campo social, político e humano, ela se torna mais que um projeto editorial, e passa a ser um projeto político que abraça temas em prol dos direitos humanos, da diversidade e da cultura. Com quase 150 livros no catálogo, a Crivo também desenvolve ações focadas em estimular a cultura e o pensamento crítico. Atualmente, a editora – ou editorial, como se reconhecem – trabalha com cinco selos: Crivo, Crivinho, Universo & Cidade, Trinca Edições e Bigorna.


atualizado em 28/07/2021 - 12:54

comentários